Biester

O Palácio Biester está localizado no coração de Sintra, sendo parte constituinte do sumptuoso cenário que tornou a vila famosa enquanto capital mundial do Romantismo.
 
Edificado durante as últimas décadas do século XIX, o monumento foi projectado pelo virtuoso arquitecto José Luiz Monteiro, e decorado pelos melhores artistas da época, nomeadamente, Luigi Manini e Leandro de Souza Braga, entre outros. A riqueza das influências estilísticas que denota resulta num conjunto de grande importância histórica e artística, perfeitamente integrado no espírito Romântico da paisagem em que está inserido, ao mesmo tempo que se afirma como um dos expoentes máximos da modernidade no final de século, marcado por um funcionalismo de vanguarda, e pela ousadia do seu programa decorativo.

O Palácio está envolvido pelo majestoso Parque Biester, um verdadeiro Éden de espécies arbóreas raras e exuberantes, magistralmente concebido pelo paisagista Francês François Nogré, no qual abundam as zonas frescas e verdejantes e os cursos de água, favorecido ainda pela existência de dois magníficos miradouros, de onde é possível avistar o Castelo dos Mouros, ou obter uma vista deslumbrante até ao mar.

Mas, o universo Biester é muito mais do que os nossos olhos conseguem ver, com uma história repleta de segredos, e uma dimensão espiritual misteriosa e cativante. Todos os acontecimentos que deram origem à sua edificação, em particular, da Capela e da Biblioteca, se revestem de um misticismo profundo e complexo, onde arte e religião se encontram, de uma maneira singular e inesperada, num percurso que se constrói através de temas tão intrigantes como os Cavaleiros Templários, Roma e a Cristandade, ou mesmo através de ligações esotéricas às esferas do Ocultismo. Mais do que um monumento histórico, o Palácio Biester é uma misteriosa aventura num labirinto cultural fascinante e pouco explorado – vamos descobri-lo.  

« Voltar